quarta-feira, 6 de julho de 2011

Brigitte Carnochan



LOA A MAIS UM INVERNO DE FRANCINE
(Feliz Aniversário)

Francine enterra seu coração vivo
no vocabulário dos golfinhos.

Sua voz, muito mais que angélica,
some como somem por entre as águas
as palavras ditas por golfinhos.

De repente acontece uma estrela
sobre o jardim de Francine,
e ela adormece
pra sonhar que sopra a estrela
sobre todos nós.



Fernando José Karl

sexta-feira, 4 de março de 2011

Roger Camp


Cada hora tem a sua aurora.
Cada momento é chamariz ao renascimento.


francine canto



Elizabeth Opalenik



MÚSICA

Quando na penumbra
se faz a solidão
crescem raízes dentro do peito
e o silêncio ganha espaço.

O poeta,
sem ter pra onde fugir,
explode,
seu grito vira um canto.

francine canto



Michael Kenna



OS BICHOS

Reverencio as quatro cobras
que dançam em meu peito.
Reverencio o gato verde
que se esgueira através de meu sangue.

Reverencio todos os bichos
que me habitam.
Ofereço-lhes a alimentação mais rara,
a mais pura.

Que tomem o meu corpo,
para que a alma não estanque.

francine canto



Matisse


ENTREGA

digo:

beberei toda água da cisterna

a cisterna:

não te iludas

que sou infinda

nos dentes:

me lavarei então

toda imersa nesta água

para esquecer caramujos

unir-me

ao que na claridade é cisterna


francine

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011



Escutar Summertime,

a obra-prima

de Janis Joplin (1943-1970).

http://www.youtube.com/watch?v=mzNEgcqWDG4